Melasma ou melanoma?

melanfreeÉ fato que os problemas de pele ainda são pouco conhecidos pela maioria das pessoas. Por isso é que não é nada incomum que haja uma certa confusão entre eles, especialmente quanto possuem um nome tão parecido, como o melasma e o melanoma.

O fato é que o melasma é uma condição bastante comum e que se caracteriza pelo surgimento de manchas marrons no rosto, especialmente da face.

Porém, muitas pessoas o confundem como melanoma, visto que possuem um nome muito parecido, mas se trata de uma condição muito mais séria. Então, para acabar com esse problema e evitar mais confusões, continue lendo e vamos entender as diferenças entre melasma e melanoma.

 

O que é o melasma e melanoma? 

Pois bem, o melasma é uma condição na qual os melanócitos trabalham demasiadamente na produção de melanina, levando ao seu acúmulo na pele e dando origem a manchas, cuja cor pode variar desde um marrom escuro ao um acastanhado.

De uma forma geral, essa é uma condição que não traz mais consequências ou riscos para a saúde gerando mesmo é um desconforto estético muito grande; Mas já há uma solução para isso que é o melan free.

As manchas normalmente acontecem na face, embora também possam ocorrer em outras áreas do corpo, sendo mais comuns em áreas da pele que sofrem exposição ao sol ou outros agentes externos.

Já o melanoma é um tipo de câncer de pele, mas que também é caracterizado pelo aparecimento de manchas, mas que são um pouco diferentes.

Esse é um tipo de câncer considerado bastante agressivo e que precisa receber a devida atenção e tratamento para evitar maiores problemas.

 

Qual a diferença entre melasma e melanoma?

O fato é que o melasma e o melanoma, embora sejam condições completamente distintas, tem características que são bem parecidas, portanto, nesse caso, qualquer semelhança não é mera coincidência não.

Isso porque ambas podem surgir por exposição solar em excesso, calor, agentes químicos e até mesmo por predisposição genética.

O melanoma, no entanto, consiste em uma mutação genética das células da pele, levando ao acúmulo de células malignas no tecido. Ele também pode ir para a corrente sanguínea e circular por todo o organismo, levando ao desenvolvimento anormal de células em outras áreas do corpo.

Já o melasma é apenas o acúmulo de melanina na derme ou na epiderme, não tendo consequências mais graves à saúde.